Torne sua equipe produtiva

Atualizado em 12/10/2020Estratégia

Conheça as principais estratégias para manter engajamento entre colaboradores e turbinar seu negócio

Num contexto de flexibilização das relações de trabalho, muitas empresas se veem enfrentando desafios sobre como manter um grau de produtividade e, assim, atingir melhores índices nesse novo contexto. Por isso, é importante entender que, à medida em que as relações se modernizam no ambiente de trabalho, os colaboradores também mudam suas formas de se relacionar com os empregadores. Por isso, vale ficar atento às dicas que a Support Health preparou para que você mantenha sua equipe de trabalho engajada e que continue alcançando os melhores resultados de produtividade.

Valorização do colaborador 

O principal meio de manter produtividade de um time é mantê-lo motivado. Para isso, entender as necessidades daqueles que lidam diretamente com o cliente, no caso, os colaboradores da sua clínica, é fundamental. A satisfação no ambiente de trabalho se torna um diferencial que fará com que você atinja produtividade, porque uma equipe motivada transmite os valores da sua clínica com mais propriedade e engajamento. 

Já foi a época em que as pessoas trabalhavam apenas para levar o sustento às famílias. Hoje em dia, cada vez mais, as pessoas buscam satisfação naquilo que fazem e isto está ligado diretamente ao clima organizacional da empresa. Se a empresa não oferece aos colaboradores um ambiente harmonioso, com metas claras e objetivas, dificilmente ela terá resultados produtivos. 

“Hoje existem profissionais da área de gestão de pessoas que são especialistas em conseguir o máximo do potencial das equipes. É feito um trabalho totalmente voltado para o indivíduo e suas necessidades enquanto parte da equipe. As pessoas são diferentes e, o mecanismo que traz o máximo de sua performance, pode variar de acordo com o seu perfil”, avalia o consultor de RH e coach, Luciano Coppini, para uma entrevista concedida ao Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Segundo o consultor, é necessário que o gestor conheça cada colaborador do time a fim de compreender quais são os gatilhos que podem trazer à tona o seu empenho e sua motivação. Além disso, o passo seguinte é dar segurança ao colaborador para que ele tenha certeza de que suas necessidades serão supridas e acompanhadas. 

Premiação para os melhores do seu time

A competitividade faz parte de qualquer ambiente. Somos ensinados desde cedo a tirar as melhores notas, ser o melhor esportista da classe, conseguir entrar na melhor faculdade e atingir os melhores salários. Quando se fala em empresa, não adianta apenas cobrar resultados sem oferecer uma contrapartida aos colaboradores. Como foi apresentado no tópico anterior, a valorização do funcionário se dá através de um ambiente harmonioso e motivado. Porém, o colaborador também busca a realização de sonhos que, muitas vezes, estão ligados à necessidade de uma renda extra para atingi-los. Por isso, vale a pena a criação de estratégias que visam atingir metas da empresa, que criem um engajamento coletivo através de gatilhos. 

Uma questão primordial e que auxilia nesse engajamento da equipe é a questão do prêmio ou bonificação. Assim como a empresa busca ter um retorno financeiro melhor a cada dia, as pessoas precisam ser premiadas pela produtividade delas. Uma equipe bem motivada é a que trabalha e tem retorno do seu esforço. Essa premiação pode ocorrer fora do salário do colaborador, como um mérito pelo rendimento e evolução dos resultados e metas estabelecidos pela empresa. 

No ambiente dos negócios, esse modelo é conhecido como sistema “ganha-ganha”. Segundo esta matéria do Sebrae, a expressão significa que a negociação tem uma característica incomum: ninguém perde, todos ganham. É o que se pode dizer, por exemplo, da relação ideal entre uma empresa e seu fornecedor. E isso também se aplica na relação da empresa com os colaboradores. Porque, se ela ganha mais, ela remunera melhor seus funcionários e todos crescem juntos.

Comunicação clara

Um outro aspecto não menos importante do que já foi apresentado agora é a boa comunicação que se deve ter no ambiente de trabalho. Primordial para o desenvolvimento da humanidade, a troca de informações se dá através de mecanismos de comunicação entre o emissor (quem emite a mensagem) e o seu receptor (quem recebe a mensagem). Por isso, além de saber o que comunicar é importante também saber a forma como transmitir a mensagem de maneira clara e objetiva.

Os colaboradores precisam de uma comunicação ainda mais clara, principalmente, na área médica. Transmitir um conteúdo técnico para quem “fala a mesma língua” e é do mesmo meio, é fácil. Provavelmente, não haverá ruído nessa comunicação. Mas, numa equipe diversa, com gente de áreas distintas, é necessário adequar a linguagem para que aquilo que for transmitido seja de fácil entendimento. O médico, por exemplo, precisa explicar para os colaboradores os processos que existem em sua clínica para que, a partir disso, eles tenham propriedade para transmitir a mensagem aos pacientes, sem que haja a necessidade de o tempo todo consulta-lo. Porque, se o funcionário não compreender aquilo que lhe foi passado, ele irá se perder no processo e isso gera uma desmotivação no ambiente de trabalho.

Numa empresa com um número grande de colaboradores e setores, é importante apresentar um organograma, com as funcionalidades de cada setor e as responsabilidades de cada gestor frente às demandas. Assim, o colaborador será direcionado para o profissional mais adequado na hora em que surgirem dúvidas. Seja numa empresa grande ou pequena, ele também precisa saber claramente suas atribuições, o público-alvo que a empresa precisa atingir, bem como os objetivos e metas. O colaborador precisa se sentir parte do processo e, para que isso aconteça, além da valorização salarial e bonificações, ele precisa estar o tempo todo bem informado. 

Por fim, quando se fala em comunicação clara, vale ressaltar que há informações que se atualizam constantemente e, quem está na ponta do atendimento, precisa também ser atualizado imediatamente quando houver qualquer mudança. Mas, tem-se que tomar cuidado para que essas mudanças não sejam constantes na empresa, pois elas causam insegurança no colaborador. Isso afetará a sua rotina de trabalho, bem como sua produtividade.

Um comentário no artigo

  1. Lugi Carusi disse:

    Muito Interessante, encontrei quase sem querer esse blog e
    o artigo aqui, gostei muito do que lí aqui… Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *