Por que a soroterapia está crescendo tanto entre os médicos

Atualizado em 24/11/2021Sem categoria

A cantora Maiara, da dupla com Maraisa, apareceu nos stories do Instagram tomando soro na veia em dezembro do ano passado. Antes mesmo que os seguidores perguntassem preocupados, ela explicou que não estava doente, mas sim, injetando vitaminas específicas para melhorar seus cabelos e unhas. Na ocasião, a sertaneja estava acompanhada do médico que realizava o procedimento, que inclusive, comentou resumidamente sobre a técnica realizada na famosa: a soroterapia. 

É um tratamento com a finalidade de administrar vitaminas, aminoácidos, sais minerais e antioxidantes diretamente na veia. Pode ser utilizado em pacientes que, porventura, não conseguem suprir esses nutrientes no organismo, pelos mais diversos fatores (desde que haja prescrição médica e após exames laboratoriais que atestem essas deficiências). É indicada para todas as idades e para vários desequilíbrios relacionados à deficiência nutricional, além de atuar também de forma preventiva. Com o procedimento, é possível tratar a ansiedade, insônia, humor, aumentar a disposição no dia a dia e melhorar a imunidade. Também ajuda no emagrecimento e na beleza, com unhas mais fortes, e uma pele com mais viço. 

Esses são alguns motivos que levam os médicos a recomendarem o tratamento. A terapia com soro se popularizou entre celebridades no mundo todo e pessoas anônimas também têm utilizado o método. Rihanna, Madonna, Kim Kardashian e Chrissy Teigen são algumas famosas que fizeram publicações em suas redes sociais fazendo uso dessa terapia.

Especialistas ressaltam os benefícios 

A soroterapia é validada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e órgãos sanitários. É o que afirma a farmacêutica, doutora em ciências biomédicas e consultora do Núcleo Brasil de Saúde Integrativa & Funcional (Integrative), Dra. Tamiris Marques. “Isso faz com que seja mais um ponto de validação da eficácia delas. Todo médico que faz esse tipo de terapia consegue documentar isso. Ele tem documentação suficiente para se resguardar e é autorizado por órgão sanitário e pelo seu próprio conselho”, salienta.

O médico especialista em longevidade, Dr. Cláudio Mutti, em entrevista à apresentadora Claudete Troiano, explicou que já utiliza a soroterapia há muitos anos e tem visto ótimos resultados em seus pacientes. “Eu tenho casos de pacientes que não fazem atividade física por motivos diversos. Como uma paciente que estava com osteoporose e por isso não se exercitava. Ela foi para a clínica e fez [recebeu] aminoácidos essenciais para produção de músculos. E ela saiu da osteoporose para a osteopenia, ou seja, melhorou os músculos. É muito bom”. 

O médico ainda explicou que, por vezes, algumas pessoas consomem certos alimentos, mas o organismo não consegue “quebrar” direito os nutrientes, fazendo com que o corpo não absorva as propriedades. Com a soroterapia, segundo o especialista, isso não acontece, pois o tratamento é feito diretamente na veia, portanto, com uma absorção bem mais rápida que a suplementação por cápsulas. 

Essa rapidez com efeitos quase que imediatos da soroterapia é confirmada ainda por Fernanda Cortez, médica especializada em nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (Abran) e pós-graduanda em nutriendocrinologia funcional. A profissional destacou ao Uol que quando se faz uso de medicamentos via oral não se absorve tudo, e muitas vezes, isso pode ter como motivação os problemas intestinais: “E tanta gente que tem gastrite, refluxo ou problemas no intestino que absorvem muito pouco. Por meio do soro ou de forma intramuscular, você alcança uma absorção de 100% desses nutrientes”, esclarece.

A soroterapia dentro e fora do Brasil 

Fora do Brasil, onde esses tratamentos já existem há bastante tempo, é mais fácil de se encontrar os famosos drips bars, que são estabelecimentos que oferecem a soroterapia. De acordo com a necessidade das vitaminas que a pessoa quer, é administrado um coquetel direto na veia. Nos drips bars, os procedimentos duram cerca de 30 minutos, e, em muitos casos, só tem uma equipe de enfermagem acompanhando o paciente.

Já no Brasil, esse método exige um diagnóstico prévio e acompanhamento de um médico. Por lei, esse profissional da saúde deve ser devidamente registrado. A legislação brasileira não permite que qualquer estabelecimento ofereça soroterapia, a não ser os ambientes de clínicas regularmente conveniadas aos órgãos de saúde. Somente essas podem realizar as terapias injetáveis. Cabe ressaltar que locais com estrutura apenas de consultórios são vetados para fazer as terapias injetáveis. 

Quais os processos para aplicação da soroterapia?

Apesar de todos os benefícios da soroterapia, é importante advertir que a indicação é muito particular, de acordo com cada caso, devendo o paciente ser bem avaliado. Ou seja, não é porque seu amigo utilizou determinado tratamento dentro da soroterapia que o mesmo será usado por você, simplesmente por achou interessante. 

Inicialmente, são solicitados alguns exames para o médico avaliar a real necessidade da terapia, o que tem de deficiência orgânica e a indicação para o caso. O profissional deve analisar se o paciente possui algum tipo de alergia às substâncias que serão usadas. Apesar de rara, existe a possibilidade de a pessoa ser alérgica ao medicamento a ser aplicado, e em casos mais graves, sofrer uma reação séria, causando choque anafilático.

Depois dos resultados dos exames, o médico responsável pelo tratamento monta um protocolo individualizado para o paciente. A duração da terapia varia de pessoa para pessoa, mas para que os efeitos possam ser notados, a média é de cinco sessões. Dependendo do tratamento, pode variar para mais ou para menos.

É caro utilizar a soroterapia?

Depende do que a pessoa considera caro. O valor que um paciente acha elevado, pode não ser para outro, dependendo das condições financeiras e necessidade de cada um. De acordo com informações do site Uol, de maio deste ano (2021), uma ampola chega a custar mais ou menos, R$ 150,00. 

Caso o paciente faça cinco sessões da terapia com soro, basta multiplicar o valor. Em alguns tratamentos, são necessárias várias combinações. Mas isso é apenas uma média de preço e varia em cada clínica, assim como a forma de negociação – se o pagamento pode ser parcelado, se serão concedidos descontos em pacotes de serviços, por exemplo. São variáveis que devem ser consideradas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *